| 0 comentários ]

O nosso cotidiano é muito complicado, e muitas vezes fazer perguntas que são rídiculas, porém, não deixamos de faze-las.
Muita das vezes, as pessoas não nos corrige, pois já parece uma coisa normal, ou seja, se tornou normal, mais ainda assim, não deixam de ser erradas.
Então, eu fiz recebi por e-mail 10 perguntas extremamente ridículas, mas tenhas certeza que você já falou uma dessas!

1. Quando te vêem deitado, de olhos fechados, na sua cama, com a luz apagada e  te perguntam:  
 - Você tá dormindo?
 - Não, to treinando pra morrer!



2. Quando a gente leva um aparelho eletrônico para a manutenção e o técnico  pergunta:  
- Ta com defeito?
- Não, é que ele estava cansado de ficar em casa e eu o trouxe para passear.


3. Quando está chovendo e percebem que você vai encarar a chuva, perguntam:    
 - Vai sair nessa chuva?
- Não, vou sair na próxima.
 

4. Quando você acaba de levantar, aí vem um idiota (sempre) e pergunta:    
- Acordou?
- Não. Sou sonâmbulo!
 

5. Seu amigo liga para sua casa e pergunta:
 

- Onde você está?
- No Pólo Norte! Um furacão levou a minha casa pra lá!
 

6. Você acaba de tomar banho e alguém pergunta: (BOA)
 

- Você tomou banho?
- Não, mergulhei no vaso sanitário!
 

7. Você tá na frente do elevador da garagem do seu prédio e chega um que pergunta: (ÓTIMA)
- Vai subir?
- Não, não, to esperando meu apartamento descer pra me pegar.
 

8. O homem chega à casa da namorada com um enorme buquê de flores. Até que ela diz:
- Flores?
- Não! São cenouras.
 

9. Você está no banheiro quando alguém bate na porta e pergunta:    - Tem gente?
- Não! É o cocô que está falando!
 


10. Você chega ao banco com um cheque e pede pra trocar: (MUITO BOA)


- Em dinheiro? ?
- Não, me dá tudo em clipes!
 

Eu já fiz várias perguntas com essas, e tenho certeza que você já fez pelo menos uma!
A que eu mais me identifiquei foi a 5, Eu liguei para a casa da minha namorada e perguntei, onde você tá? ¬¬
Não preciso nem continuar, não é?

0 comentários

Postar um comentário

sábado, 27 de fevereiro de 2010

10 Perguntas ridículas, mas perguntadas

O nosso cotidiano é muito complicado, e muitas vezes fazer perguntas que são rídiculas, porém, não deixamos de faze-las.
Muita das vezes, as pessoas não nos corrige, pois já parece uma coisa normal, ou seja, se tornou normal, mais ainda assim, não deixam de ser erradas.
Então, eu fiz recebi por e-mail 10 perguntas extremamente ridículas, mas tenhas certeza que você já falou uma dessas!

1. Quando te vêem deitado, de olhos fechados, na sua cama, com a luz apagada e  te perguntam:  
 - Você tá dormindo?
 - Não, to treinando pra morrer!



2. Quando a gente leva um aparelho eletrônico para a manutenção e o técnico  pergunta:  
- Ta com defeito?
- Não, é que ele estava cansado de ficar em casa e eu o trouxe para passear.


3. Quando está chovendo e percebem que você vai encarar a chuva, perguntam:    
 - Vai sair nessa chuva?
- Não, vou sair na próxima.
 

4. Quando você acaba de levantar, aí vem um idiota (sempre) e pergunta:    
- Acordou?
- Não. Sou sonâmbulo!
 

5. Seu amigo liga para sua casa e pergunta:
 

- Onde você está?
- No Pólo Norte! Um furacão levou a minha casa pra lá!
 

6. Você acaba de tomar banho e alguém pergunta: (BOA)
 

- Você tomou banho?
- Não, mergulhei no vaso sanitário!
 

7. Você tá na frente do elevador da garagem do seu prédio e chega um que pergunta: (ÓTIMA)
- Vai subir?
- Não, não, to esperando meu apartamento descer pra me pegar.
 

8. O homem chega à casa da namorada com um enorme buquê de flores. Até que ela diz:
- Flores?
- Não! São cenouras.
 

9. Você está no banheiro quando alguém bate na porta e pergunta:    - Tem gente?
- Não! É o cocô que está falando!
 


10. Você chega ao banco com um cheque e pede pra trocar: (MUITO BOA)


- Em dinheiro? ?
- Não, me dá tudo em clipes!
 

Eu já fiz várias perguntas com essas, e tenho certeza que você já fez pelo menos uma!
A que eu mais me identifiquei foi a 5, Eu liguei para a casa da minha namorada e perguntei, onde você tá? ¬¬
Não preciso nem continuar, não é?

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário